A bela que dorme

a-bela-que-dorme

Hoje fui ao cinema assistir o italiano ¨A bela que dorme¨. Sabia que o filme era sobre a morte de Eluana Englaro e esperava uma documentário sobre a eutanásia, com discussões políticas, religiosas e morais sobre o tema.

Não foi isso que vi.

A bela que dorme é um filme que utiliza o caso Eluana Englaro como pano de fundo para mostrar que as pessoas reagem de forma diferentes à mesma situação. Assim, demonstra que é impossível dizer o que é certo e o que é errado em casos que envolvem situações tão pessoais.

Não sou crítica de cinema e o objeto deste post não é fazer uma análise cinematográfica do filme. Contudo, sou uma estudiosa das questões que envolvem o direito de morrer e estas se manifestam também nas artes.

Foi isso que me motivou a ir ao cinema. E este filme apenas reafirma o que venho defendendo: quando alguém defende o direito à autoderminação sobre a forma da própria morte, está apenas defendendo que o Estado resguarde a co-existência de diferentes projetos individuais.

Direito de morrer não é a mesma coisa de direito de matar. E nem de dever de morrer. É apenas o direito de cada um decidir – quando isso é possível – quais são seus limites individuais sobre o prolongamento da vida. Da sua vida.

Afinal, a vida é um direito individual.

Luciana Dadalto
Luciana Dadalto é fundadora do Portal Testamento Vital e do RENTEV, autora de livros e artigos científicos sobre o tema no Brasil, doutora em Ciências da Saúde pela faculdade de Medicina da UFMG e mestre em Direito Privado pela PUCMinas. Sócia fundadora do Dadalto & Carvalho Advocacia e Consultoria em Saúde.
Contactar

Deixe um comentário

Como fazer o testamento vital?

icon-requisitos
Requisitos

No Brasil não existe legislação específica sobre o tema e nenhuma determinação legal para formalização do testamento vital. Por este motivo os cuidados devem ser ainda maiores.

icon-profissionais
Profissionais a serem consultados

Ao realizar um testamento vital, recomenda-se consultar dois profissionais: um médico e um advogado de sua confiança.

icon-conteudo
Conteúdo

Em linhas gerais, o testamento vital nos ordenamentos jurídicos estrangeiros tem como conteúdo disposições de recusa e/ou aceitação de tratamentos que prolonguem a vida.

Mais recentes

Notícias, eventos e todas as novidades sobre testamento vital, diretivas antecipadas e muito mais.

Fique atento no portal

Cadastre-se e receba informações sobre o testamento vital.