Seis razões para assistir ao filme “Para sempre Alice”

1. O filme narra, de forma sensível, a luta de uma portadora de um tipo raro de Alzheimer, ou, como disse a poetisa Elisabeth Bishop, citada por Alice no filme, narra “a arte de perder”.

2. O Mal de Alzheimer atinge cerca de 35,6 milhões de pessoas no mundo e cerca de 1,2 milhão de brasileiros (dados da Associação Brasileira de Alzheimer) e ainda não tem cura.

3. O Alzheimer familiar é um tipo raro tratado pelo filme atinge cerca de 400 famílias no mundo. Cris Graham, portador desse tipo raro, afirma que o ponto positivo é sabe “como e quando vou morrer”.

4. O co-diretor do filme, Richard Glatzer, portador de ELA e ferrenho defensor dos direitos das minorias, faleceu ontem, dia 11.03, e o filme, agora, ganha ares de tributos.

5. A atriz Juliane Moore ganhou o Oscar 2015 de melhor atriz pelo papel de Alice.

6. O filme permite uma reflexão profunda sobre a vida e sobre como gostaríamos de morrer. Entendo que essa reflexão pode ajudar aqueles que pretendem fazer um testamento vital.

Sugestões de leitura:

-“O Alzheimer e a Arte de Perder”: http://goo.gl/sVSnrT

– “Sei como e quando vou morrer”: http://goo.gl/WxfB0E

– “Famílias decidem ocultar de doente que ele tem Alzheimer”: http://goo.gl/5JebXp

– “Para Sempre Alice”: http://goo.gl/Io7EGB

– Site da Abraz: www.abraz.com.br

 

Luciana Dadalto
Luciana Dadalto é fundadora do Portal Testamento Vital e do RENTEV, autora de livros e artigos científicos sobre o tema no Brasil, doutora em Ciências da Saúde pela faculdade de Medicina da UFMG e mestre em Direito Privado pela PUCMinas. Sócia fundadora do Dadalto & Carvalho Advocacia e Consultoria em Saúde.
Contactar

Deixe um comentário

Como fazer o testamento vital?

icon-requisitos
Requisitos

No Brasil não existe legislação específica sobre o tema e nenhuma determinação legal para formalização do testamento vital. Por este motivo os cuidados devem ser ainda maiores.

icon-profissionais
Profissionais a serem consultados

Ao realizar um testamento vital, recomenda-se consultar dois profissionais: um médico e um advogado de sua confiança.

icon-conteudo
Conteúdo

Em linhas gerais, o testamento vital nos ordenamentos jurídicos estrangeiros tem como conteúdo disposições de recusa e/ou aceitação de tratamentos que prolonguem a vida.

Mais recentes

Notícias, eventos e todas as novidades sobre testamento vital, diretivas antecipadas e muito mais.

Fique atento no portal

Cadastre-se e receba informações sobre o testamento vital.